Homenagem do CRECISP aos Profissionais de Saúde

O que perguntar para o corretor na hora da compra?

O profissional terá informações que podem facilitar a escolha

Antes mesmo de marcar uma visita ao imóvel de interesse, vale a pena checar no site do Conselho Regional de Corretores de Imóveis (CRECI) se o consultor que te atendeu possui o número de inscrição e saber sobre a regularidade da matrícula.

A Lei Federal nº 6530/1978 que regulamenta a profissão determina que o órgão nacional competente para fiscalizar os profissionais é o Conselho Federal de Corretores de Imóveis (Cofeci) e em âmbito estadual, o Creci. Por isso, o intermediário precisa, para exercer a atividade, ter feito um curso de capacitação para obter o registro da entidade.

Segundo o presidente do Creci-SP, José Augusto Viana Neto, o gestor imobiliário deve passar todas as informações disponíveis a respeito do imóvel, tratar da documentação e assessorar a avaliação. “Ele vai desenvolver todas as etapas da negociação com segurança e qualidade no atendimento”, acrescenta.

Principais perguntas
Bairro

Caso o comprador não conheça a região, o profissional vai poder auxiliá-lo nisso. É importante saber o que há nos arredores, o que o bairro oferece, quais as opções de lazer e gastronomia, se existem farmácias, clínicas e hospitais por perto, escolas e também sobre mobilidade e transporte público.

Segurança

Dados sobre registros de ocorrência podem ser conseguidos junto à prefeitura da cidade, mas uma conversa franca com vizinhos, ex-moradores ou funcionários do condomínio ajudam a descobrir se existem problemas frequentes. O corretor pode não só ajudar na pesquisa como apontar pessoas que possam falar um pouco sobre o histórico da região.

Condomínio

Vale questionar tudo: saber sobre as condições das instalações elétricas, encanamentos, idade do piso e revestimentos, bem como de armários embutidos, regras do condomínio e as taxas cobradas. Também é o momento de levantar dúvidas sobre vagas na garagem, assembleias, horário de funcionamento das áreas de lazer, condições para mudanças, regras para bichos de estimação e etc.

Expectativas de valorização do imóvel

Considere questionar o profissional sobre a valorização do imóvel e do bairro. O corretor costuma acompanhar todos os índices do mercado imobiliário e estar por dentro das melhorias no entorno e do movimento de expansão de áreas comerciais, por exemplo. Por isso, não hesite em buscar informações sobre as expectativas de alta ou depreciação do bem para um período curto e longo.

Reforma

Tenha uma conversa franca com o agente imobiliário logo no primeiro contato, aponte seus interesses e diga inclusive se está buscando uma propriedade que não necessite de reformas ou se abre mão disso por um preço atraente. É importante saber, por exemplo, se existem limitações ou alguma proibição, caso a unidade faça parte de um condomínio, ou ainda sobre questões estruturais da residência, como reformas que tenham modificado a planta original.

Opções de pagamento e documentos necessários

Após sanar todas as dúvidas com o corretor, chegou o momento de esclarecer as formas de pagamento disponíveis, se a aquisição aceita o Fundo de Garantia por Tempo de Serviço (FGTS) como entrada, se é um negócio à vista, se está apto para ser financiado, ou como será o acordo, por exemplo, utilizando um automóvel ou outro imóvel como parte do pagamento. Com essas definições, pergunte sobre os documentos necessários, para saber tudo o que será exigido para a compra do imóvel.

Fonte: Estadão