Homenagem do CRECISP aos Profissionais de Saúde

Palestrante fala sobre a prevenção de doenças oculares

O evento ocorreu na Quarta Nobre


No dia 17 de junho, gestor executivo da ONG Instituto Verter, Rodrigo Galvão Viana ministrou palestra on line na Quarta Nobre e ressaltou a importância em manter a saúde ocular e o uso correto das tecnologias e como estas ferramentas (celular, tablet e mobiles) podem afetar a visão, além dos problemas que podem ser ocasionados pelo Covid 19.  

No início da apresentação, Viana compilou algumas questões sobre o Coronavírus, afirmando que é possível contrair o vírus através do olho.  “É o mesmo processo que ocorre pela mucosa do nariz e da boca.  Segundo a Academia Brasileira de Oftalmologia, esta situação pode ocorrer, principalmente, por causa de secreção ocular, na realidade, o vírus pode ser contraído por meio das gotículas.”

“Estas gotículas são direcionadas por meio da  respiração de uma pessoa ou o contado da mão nos olhos. É uma doença muito recente, estamos aprendendo muita coisa.  Alguns estudos têm trazido informações, a conjuntivite é uma das complicações que podem aparecer por causa da Covid 19 e algumas alterações de fundo de olho, que estão sendo observadas por meio de análises.”

Segundo  o especialista, o Coronavírus se liga estrutura celular do nosso corpo e começa um processo de multiplicação de células novas  que destroem as outras que o nosso corpo já tinha e por meio das das vias aéreas contamina o pulmão e principalmente pode causar infecção nessa área respiratória, criando um processo de inflamações.

Tecnologia e a visão

 “Portanto, vale a pena ficarmos isolados dentro da nossa casa e isso tem ocasionado também o aumento do uso das tecnologias, tanto por crianças como pelos adultos. As pessoas estão trabalhando mais home office, estamos on line, ao invés de presencialmente, mas este sistema pode ser usado de uma forma não tão agressiva para o olho.”

Viana ressaltou, que a OMS ( Organização Mundial da Saúde)  disponibilizou dados que assustam com relação a cegueira.  No mundo existem 250 milhões de pessoas que apresentam baixa visão, 70 milhões de indivíduos cegos, aproximadamente dois milhões de pessoas ficam cegas por ano, sendo que uma a cada sete não possuem acesso a correção a utilização de óculos.

 “ Estamos tentando combater essa questão, 80% dos casos de cegueira, poderiam ser prevenidos se as pessoas tivessem informação e assistência, considerado esse número expressivo,  se pensarmos em 70 milhões de pessoas,  14 milhões ficariam cegas, não haveria outra situação, mas cerca de 60 milhões, poderiam ser salvas”.