Corretores de imóveis estão mobilizados para combater o Aedes aegypti

Cerca de 80% dos criadouros estão em residências.

Com a aproximação do verão, é preciso redobrar os cuidados com o Aedes aegypti, mosquito transmissor da dengue, zika vírus e chikungunya. Por ser um período quente e com pancadas de chuva frequentes, a velocidade de reprodução do inseto fica ampliada.

Apesar da atuação do poder público, o apoio da população é fundamental para evitar focos de transmissão da dengue, pois cerca de 80% dos criadouros estão em residências.

Assim, armazenar água de forma incorreta, deixar algum vão na caixa d’água ou esquecer recipiente no quintal são os principais motivos que fazem das casas os principais criadouros do Aedes aegypti, que prefere água parada e limpa.

Como é de conhecimento geral, o mosquito tem evolução rápida e pode sobreviver a todas as estações do ano. Uma pesquisa do Instituto Butantan, unidade ligada à Secretaria de Estado da Saúde e um dos maiores centros de pesquisas biomédicas do mundo, constatou que o Aedes aegypti possui patrimônio genético muito grande e variável mesmo no inverno, época de baixa incidência do inseto.

Para mobilizar os corretores de imóveis sobre o assunto, o CRECISP vem alertando aos seus mais de 185 mil inscritos para a adoção de medidas simples que podem contribuir para a prevenção da dengue, nas imobiliárias e também nos imóveis sob sua responsabilidade para alugar ou vender. Uma delas é colocar adesivos tapa-ralos e selos de vistoria nas casas e apartamentos que estão em sua confiança.

"Precisamos todos estar unidos no combate ao mosquito. Se cada um fizer bem sua parte, quem ganha é a nossa família, nosso vizinho e a sociedade", destaca o presidente da entidade, José Augusto Viana Neto.

Aproveitando o potencial das redes sociais, Viana acrescentou que a entidade intensificará durante o mês de dezembro a campanha de combate ao mosquito com postagens de dicas para não deixar acumular água em casa. "Espero que os colegas corretores compartilhem para ampliar a informação aos seus parentes, amigos e clientes que estão na sua rede social."