No dia 9 de maio, o Superior Tribunal de Justiça realizou audiência pública para debater a legalidade da cobrança de taxas na venda de imóveis. Os honorários de corretagem também estiveram na pauta dessas discussões. Diversos representantes do segmento imobiliário participaram dos painéis e justificaram suas posições contrárias ou favoráveis sobre o assunto. Representando o Conselho Federal de Corretores de Imóveis, o presidente do CRECISP, José Augusto Viana Neto, defendeu a legalidade dos honorários dos corretores, em um pronunciamento conciso, histórico e bem embasado.

Assista aos vídeos e conheça mais sobre essa questão de suma importância para a categoria.

Leia aqui os argumentos defendidos pelos debatedores


 

A FAVOR
CONTRA